Pular para o conteúdo

Arquétipo da Coroa

Autoridade, Liderança e Popularidade.

Entenda o simbolismo e as características deste objeto de adorno, além dos aspectos que podem ser despertados em você (luz e sombra) ao ativar o arquétipo da Coroa.

ÍNDICE DE CONTEÚDO

  • Simbolismo da Coroa.
  • Características Do Arquétipo Da Coroa.
  • Lado Luz do Arquétipo da Coroa.
  • Lado Sombra do Arquétipo da Coroa.

  • Considerações: Entendendo O Lado Luz E Sombra Dos Arquétipos.
Imagem de Marcelo Russo de Oliveira - Coffee Tips Welcome por Pixabay

Simbolismo da Coroa

A coroa é um adorno para a cabeça, simbolicamente, utilizado por monarcas e outros integrantes da realeza. Este objeto é a representação máxima de autoridade e poder de um monarca.

Contudo, além de trazer o destaque e o brilho da realeza, pode ainda, simbolizar àquilo que está além do próprio ser e que o transcende. Não por acaso, os antigos monarcas ou líderes supremos, eram tidos como deuses ou representantes da vontade do próprio Deus na Terra.

Deste modo, a coroa simboliza também a união do que está abaixo com o que está acima dela, ou seja, do homem com o divino. A presença de joias faz alusão aos raios de luz, o seu formato circular na base está associado a perfeição e reforça essa ideia de ligação com o divino.

As pontas da coroa fazem alusão aos chifres de animais, remetendo a ligação com algo superior. No caso de animais com chifre, geralmente, o líder do bando é aquele que tem o maior chifre. Essa analogia acabou sendo adotada e transferida para a simbologia da coroa.

Por esta razão, hierarquicamente, a coroa do rei, imperador ou líder supremo costuma ter um tamanho maior que as demais coroas da realeza.

Os ritos de coroamento ou cerimônia de coroação do monarca ou líder supremo servem como forma de legitima-lo, o investindo de autoridade e poder diante dos demais. Desta forma, a posse da coroa afirma e confirma a posição hierárquica, a autoridade e o poder de quem a utiliza.

Características do Arquétipo da Coroa

O arquétipo da coroa está muito associado a ideia de autoridade, soberania, monarquia, poder, força, majestade, realeza, nobreza, liderança, legitimidade, honra, glória, respeito, riqueza e prosperidade.

Pode estar também ligado a ideia de imortalidade, no sentido de memória, considerando que aquele que reina, fica lembrado e eternizado na história por seus feitos.

Por ser um adorno que fica no topo da cabeça está relacionado ao chacra coronário, um símbolo da iluminação, da conexão com o divino e da elevação espiritual.

A depender do tamanho, do material de confecção e do tipo (se é uma coroa de monarca ou não), este adorno pode transmitir uma frequência relativamente diferente.

Lado Luz do Arquétipo da Coroa

  • Elevada autoestima;
  • Autoconfiança;
  • Autovalor;
  • Elevada frequência de autoridade;
  • Atrai o respeito dos demais;
  • Magnetismo e poder pessoal;
  • Empoderamento;
  • Postura mais elegante;
  • Vaidade (buscar se vestir melhor e se arrumar mais);
  • Atrai destaque, atenção e popularidade;
  • Senso de humildade e responsabilidade (conectada com a ideia de nobreza, de tomar decisões pensando mais no coletivo; buscando servir ao outro da melhor forma possível, pois, o papel do monarca é servir os seus súditos);
  • Maior facilidade para tomar decisões e se posicionar diante das situações;
  • Estimula a busca por conquistas e vitórias;
  • Maior senso de liderança e administração;
  • Conexão com o divino.

Lado Sombra do Arquétipo da Coroa

  • Arrogância;
  • Soberba;
  • Ganância;
  • Superioridade (se achar melhor que os demais).

Considerações: Entendendo o Lado Luz e Sombra dos Arquétipos.

Os arquétipos são as primeiras emanações da Fonte Criadora, pois, antes que qualquer coisa venha a existir, ela precisa ser imaginada primeiro. Ou seja, tudo que está manifesto no mundo material existe antes em um mundo não manifesto ou mundo das ideias como dizia Platão.

Assim, os arquétipos são apenas ideias pré-estabelecidas a respeito do que seja algo, antes que este venha a existir no mundo material. Considerando isto, podemos dizer que um determinado arquétipo é uma consciência que engloba um apanhado de informações sobre esse algo e que se encontram no inconsciente coletivo.

Desta forma, os arquétipos se encontram em um outro plano da realidade, em uma dimensão superior, não manifesta, ou mundo das ideias. Portanto, eles estão acima da dualidade, ou seja, não possuem lado positivo ou negativo. O arquétipo simplesmente é o que é.

Por serem consciências de uma outra dimensão, os arquétipos se expressam no mundo material através de símbolos, objetos, sons, cores, animais, pessoas, etc. Porém, devido a natureza dual desta realidade em que estamos inseridos, essa expressão ou manifestação no mundo material pode se tornar imperfeita.

O que podemos entender como luz ou sombra de um arquétipo seriam apenas percepções nossas a partir das informações que se encontram em nosso próprio inconsciente, jogadas na chamada sombra psicológica.

A sombra psicológica é uma área do inconsciente responsável por gerenciá-lo. Na sombra se encontra tudo aquilo que negamos e reprimimos ao longo da vida. Todos os sentimentos negativos, não aceitos e não elaborados e até mesmo os nossos potenciais, não aproveitados, são lançados na sombra.

Quando escolhemos ativar, conscientemente, determinado arquétipo em nós (ou mesmo quando ativamos sem perceber), as informações relacionadas a esse arquétipo, ao entrar em contato com o nosso inconsciente individual, pode acessar outras informações incompatíveis com esse arquétipo, como bloqueios, traumas, tabus, preconceitos e crenças limitantes.

Deste modo, o lado sombra se manifesta quando o arquétipo traz a tona essas questões que são incompatíveis com ele, da nossa própria sombra, para que elas sejam trabalhadas e resolvidas, e assim, possamos permitir que ele se expresse, através de nós, de forma plena.

Portanto, as questões não elaboradas e que estão presentes na nossa sombra, causam interferência na forma como os arquétipos se expressam por meio de nós e isso nos impede de vivenciarmos plenamente suas virtudes.

Por esta razão, os resultados com a ativação de determinado arquétipo pode variar de pessoa para pessoa. Pois, cada indivíduo possui suas próprias questões a serem resolvidas dentro de si e isso vai interferir nos aspectos luz ou sombra que o arquétipo irá despertar em cada um.

Para entender mais sobre arquétipos e como eles podem ser ativados em nós, leia também:

Fontes:

  • https://www.dicionariodesimbolos.com.br/coroa/
  • A Coroa – Contexto Arquetípico, Histórico e Esotérico: https://diogenesjunior.com.br/a-coroa-contexto-arquetipico-historico-e-esoterico/
  • Arquétipo da Coroa, Lado Luz e Sombra: https://www.youtube.com/watch?v=FMQ9qsGh2GI

Postagens Relacionadas:

Pesquise No Site:

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Últimas Postagens:

Outras Postagens:

Veja Também:

Leia Mais: